segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

DESEJO

Apetitoso o fruto que desejo,

Inominado, fresco e sedutor:

Prouvera fosse o tempo das cerejas,

Soubera ser o tempo do calor.

Das giestas não falo porque sei

O perfume agreste que despertam.




Foto e poema: apm

1 comentário:

helena disse...

Só agora deparei com a "Seda das Palavras". Mais vale tarde do que nunca...Parabéns.

Helena M. Jordão